Comissão Europeia representada na Conferência EUROPARC

Nota de imprensa n.º 2 |

12 de julho de 2017 |

Humberto Delgado Rosa, Diretor para o Capital Natural na Direcção-Geral do Ambiente da Comissão Europeia e ex-Secretário de Estado do Ambiente, e a ex-Ministra do Ambiente brasileira, Marina Silva, são duas das presenças confirmadas na Conferência EUROPARC 2017, que se realiza no território Montanhas Mágicas, fazendo parte da sessão plenária, a 7 de setembro.

No primeiro dia de trabalhos, a Conferência EUROPARC 2017 terá a participação de personalidades conceituadas da área do ambiente. Humberto Delgado Rosa, atual Diretor para o Capital Natural na Comissão Europeia – DG Ambiente, estará na sessão em representação de Karmenu Vella, Comissário Europeu do ambiente.

Na mesma sessão plenária estará Marina Silva, ex-ministra do ambiente dos governos brasileiros de Lula da Silva, entre 2003 e 2008. O seu percurso na defesa da floresta Amazónica valeu-lhe a distinção da ONU de Embaixadora da Terra.

Estão igualmente confirmadas as presenças de Erika Stanciu, ex-presidente da Federação EUROPARC e ex-Ministra Romena para a temática do ambiente, e do Monsegnor Francisco Froján Madero, membro da Secretaria de Estado do Vaticano, que fará uma reflexão sobre a Carta Encíclica LAUDATO SI’ do Papa Francisco sobre o “Cuidado na Casa Comum”.

A Conferência EUROPARC 2017 acontece de 6 a 10 de setembro, com ações por todo o território Montanhas Mágicas (Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Cinfães, S. Pedro do Sul, Sever do Vouga e Vale de Cambra). Este é o maior evento europeu sobre áreas protegidas e conservação da natureza. O programa detalhado pode ser consultado aqui.

O tema para o evento é Novas Vozes, Novas Visões, Novos Valores para as Pessoas e Natureza na Europa – irá centrar o debate sobre o papel das áreas protegidas como territórios modelo para promover um desenvolvimento socialmente mais inclusivo, ambientalmente saudável e economicamente justo para todos. A conferência EUROPARC 2017 está, portanto, enquadrada nas preocupações das Nações Unidas que declarara este ano como sendo o Ano Internacional do Turismo Sustentável.