11 – Cooperação transfronteiriça – um modelo para conectar a fauna selvagem e unir as pessoas

O contexto político em que vivemos atualmente tem levantado questões sobre o quão abertas ou fechadas devem estar as nossas fronteiras. Mas a natureza não conhece fronteiras, e as pessoas que gerem a natureza conseguiram encontrar formas de cooperação e trabalho em equipa.
Apesar dos interesses políticos e nacionais e das histórias complexas, aqueles que fazem parte do programa transfronteiriço do EUROPARC conseguiram estabelecer relações de trabalho positivas que vão para além da vida selvagem e da paisagem que gerem. Vamos analisar as boas práticas realizadas no âmbito da rede TransParc e refletir como é que essas aprendizagens podem ser implementadas na Europa.